Chakras: as relações dos centros de energia com os desequilíbrios

buddha-chakra

Quando nos olhamos de forma mais holística, ou seja, inteira, vemos que somos constituídos de matéria e energia. Basicamente, as terapias que admitem essa visão consideram que uma desarmonia do corpo acontece primeiramente no plano energético. Os principais centros de energia espalhados pelo corpo são chamados de chakras e a harmonia individual e em conjuntos desses pontos são primordiais para nossa integridade física e mental.

Há muito o que falar sobre esse assunto, porém inicialmente vamos ver os sete principais chakras, suas correlações com os órgãos e de que forma eles atuam em equilíbrio e desequilíbrio em nós.

Essas informações foram retirados do livro “Anatomia Energética dos Corpos e Chakras”, de Lúcia H. Corá

 

[highlight color=”grey/color”] Chakra Coronário ou Sahasrara Chakra[/highlight]
Correlação física – glândula pineal (epífise), localizado no topo da cabeça

Em harmonia favorece o equilíbrio e a iluminação, gera clareza gera, fortalece corpo e mente, gera consciência plena e total harmonia com as energias cósmicas, unidade com Deus, paz, telepatia e mediunidade equilibrados. Em hipoatividade, falta de fé, confusão mental, sentimento de abandono, medo da morte. Em hiperatividade causa neuroses, fobias, obsessões, fanatismo, convicções distorcidas sobre espiritualidade.

[highlight color=”grey/color”] Chakra Frontal ou Ajna Chakra [/highlight]
Correlação física – glândula pituitária (hipófise), localizado entre os olhos

Em equilíbrio liga o homem a sua espiritualidade, proporciona clareza mental e intuição, desapego. Em hipoatividade pode gerar tensão, maus sonhos, fantasia, dor de cabeça, esquecimento, pensamentos obscuros causados por padrões emocionais confusos. Em hiperatividade causa ganância, orgulho, arrogância, intelecto ultra-valorizado, vida determinada por desejos materiais e necessidades físicas. Rigidez do pensamento.

[highlight color=”grey/color”] Chakra Laríngeo ou Vishuddha Chakra [/highlight]
Correlação física – glândula tireoide e paratireoide, localizado na garganta

Em equilíbrio proporciona facilidade para comunicação, harmonia entre as áreas material, emocional e mental, lucidez, intuição. Em hipoatividade sensação de fracasso, limitação, medo, insegurança, auto reprovação, submissão, nó na garganta, falta de confiança na própria intuição, hipotireoidismo. Em hiperatividade causa desespero, necessidade de controlar as pessoas, hipertireoidismo, fala exagerada e sem pensar.

[highlight color=”grey/color”]Chakra Cardíaco ou Anahata Chakra[/highlight]
Correlação física – glândula timo, localizado no centro do peito

Em equilíbrio conecta com o Eu Superior, traz alegria, desperta personalidade compreensiva, generosa, altruísta, circulação e sistema imunológico saudáveis. Em desequilíbrio, em hipoatividade gera desilusão, angustia, tendência a depressão, medo, inferioridade, problemas circulatórios. Em hiperatividade pode gerar pânico, perda de contato com aspectos superiores da personalidade, dificuldade de receber ajuda alheia, taquicardia, hipertensão, tensão dos músculos peitorais.

[highlight color=”grey/color”]Chakra Umbilical ou Manipura Chakra [/highlight]
Correlação física – pâncreas, localizado no umbigo

Em harmonia, liberta do medo e dos estados mentais extremados, aliviando a necessidade de controle. Traz paz e harmonia interior. Em hipoatividade pode gerar negligencia das próprias necessidades, insegurança, mentira, indecisão, baixa imunidade, obesidade, má digestão, problemas respiratórios. Em hiperatividade gera egocentrismo, preocupação, desconfiança, ulcera, gastrite, asma, câncer.

[highlight color=”grey/color”] Chakra Sexual ou Svadhisthana Chakra [/highlight]
Correlação física – testículos ou ovário, localizado no baixo ventre

Em equilíbrio traz facilidade nos relacionamentos, compreensão do fluxo da vida por meio do corpo, alma e espírito. Em desequilíbrio causa sensação de rejeição, solidão, ressentimento, ciúme, impotência ou constante desejo de um relação sexual satisfatória.

[highlight color=”grey/color”]Chakra Básico ou Muladhara Chakra [/highlight]
Correlação física – supre renais, localizado na base da coluna

Em equilíbrio proporciona forte ligação com a terra, estabilidade, força interior, coragem. Se o fluxo de energia estiver mais baixo pode gerar hipoatividade causando insegurança, medo, culpa, vergonha. Se estiver aumentado, pode gerar raiva, impaciência, materialismo, violência.

2 Comments

  1. heidi mansera

    Existe alguma técnica para equilibrar os chacras , ou somente através da meditação .

    • Portal Estar Bem

      Olá,
      Existem muitas técnicas que reequilibram o chakras, não apenas aquela “meditação clássica”. Recitar mantras, acupuntura, procedimentos ayurvédicos – como bastis, abhyanga (massagem), shirodhara – pranayamas (técnicas de respiração do yoga), além do próprio yoga e seus asanas, tudo isso pode reorganizar nossos canais de energia do corpo.

      Um abraço,
      Dani

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>