Para o Dia das Crianças

criançabirncando

Ontem, voltando pra casa de bicicleta vi, perto da minha casa, três meninos deitados na carroceria de uma caminhonete. Apareciam só os pezinhos e as cabeças. Na hora eu pensei: “que perigo!”, mas depois eu ri. Eu ri por vários motivos. Primeiro porque eles estavam rindo também, depois porque pude sentir a leveza que a falta de responsabilidade, de sisudisse, traz à vida. Aqueles meninos estavam se divertindo muito.

Foi tão oportuno, porque estamos perto do Dia das Crianças e comemoramos enchendo nossas leves crianças de presentes chatos. Presente com data é sempre chato, ainda mais para o Dia da Criança! Assistindo pelo Youtube uma palestra do Gikovate, o ouvi dizer uma coisa muito sábia, que só o adulto trava quando a vida anda em plena harmonia, a criança aproveita cada minuto da felicidade e o adulto acha logo que “está bom demais para ser verdade”, que algo de ruim vai acontecer.

Aqueles meninos estavam felizes, sem medo de serem interrompidos. Mas em alguns anos vão crescer e, arrebatados pela nossa sociedade doente, vão temer a morte, vão temer a própria felicidade, e vão desaprender o deleite dos pequenos prazeres da vida e não vão mais achar graça nenhuma em andar deitados, escondidos, na carroceria de uma caminhonete. Pena. Tenho pena de nós adultos. Olhando para as nossas fotos de crianças e as colocando por aqui, como uma tentativa de resgatar a sabedoria de viver, que toda criança tem.

Ah, eu ri também porque me dei conta de como me locomover de bicicleta me aproxima dessa sabedoria, faz a vida andar no ritmo que minha perna pode alcançar, um ritmo orgânico. Eu desejo, do fundo do meu coração, a cada adulto existente, que encontre a própria maneira de se reaproximar do divino que mora em cada criança que fomos.

Nesse Dia das Crianças eu não vou dar presente para o meu amado sobrinho. Vou brincar com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>