Mais que descobrir seu dosha

Ayurveda-sign

tumblr_mo31taTC211rknruyo1_400Tempos modernos, vida corrida. O modelo de dia a dia posto pela sociedade atualmente sobrecarrega o corpo e a mente. Durante a semana, privilegiados são aqueles que podem cozinhar a própria refeição. Geralmente o almoço, que deve ser a principal refeição, é feito na rua, em restaurantes barulhentos. Ou vira um lanche rápido para sobrar o tempo que falta – com ou sem almoço, diga-se de passagem. Quase sempre falta espaço para o exercício e o corpo passa longas horas imóvel, dentro de um ambiente sem ar natural.

Nas horas de descanso, o lazer superestimula os sentidos: computador, internet, televisão, álcool, comida. Ou seja, intoxicamos o corpo e a mente, até que nosso agni (digestão) e nossa mente entrem em colapso. O modelo de vida cotidiana imposto tende a suprimir a inteligência natural do organismo. E quando chegamos no limite, somos obrigados a parar pra pensar naquilo que o nosso corpo sempre fez sem ajuda do nosso intelecto: digerir, excretar e dormir.

Ayurveda mutas vezes fica conhecido por ser a ciência dos doshas (Vata, Pitta e Kapha). Quase sempre nos interessamos pela medicina ayurvédica, ou por meio do yoga, ou pela curiosidade de saber qual é o nosso dosha, a nossa prakritti (doshas que prevalecem na nossa constituição).

Porém, ayurveda é muito mais que isso. É um sistema de cura que nos ensina a viver em harmonia com o nosso corpo, nossa mente e a natureza. Mais que saber qual alimento é bom para o seu dosha, ayurveda mostra como se alimentar. A milenar ciência de cura indiana explica os efeitos das emoções nos órgãos, e vai além, aponta o caminho para mantermos nossa mente e coração em harmonia e equilibrados.

E apenas com pequenos ajustes, muito aplicáveis à rotina, podemos nos beneficiar imensamente dessa incrível ciência. Com medidas simples, ayurveda te auxilia a retornar ao seu caminho natural: o da saúde e da longevidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>