Práticas para emagrecer que podem te fazer mal

Scoop of chocolate whey isolate protein in front of three scoops

Emagrecimento. Eis um tema recorrente na vida de muitas pessoas. A medicina e a nutrição ocidentais dão conta de eleger a cada dia uma nova fórmula que promete ser a solução para a perda de peso. Mas diante da perspectiva ayurvédica, algumas dessas fórmulas vão na contramão do que deve ser realmente avaliado para começar um programa que visa retomar o peso ideal.

A retomada do peso corporal apropriado é resultado de um estado de saúde integral e isso inclui mente, corpo e espírito alinhados. Mas vejamos detalhadamente como algumas práticas incentivadas rotineiramente para emagrecer podem causar doenças.

O USO DE SHAKES E PROTEÍNAS ISOLADAS

É muito comum a indicação  do uso de proteína isolada do leite e da soja em forma de pó para beber com leite ou água. A intenção quase sempre é dar o aporte de proteína para quem pratica exercício físico e musculação. O problema que esses produtos são cheios de componentes químicos que intoxicam o organismo. Contem adoçantes também químicos (não naturais) que são como veneno para o corpo. Uma verdadeira bomba para o fígado.

Acontece que a proteína do leite, por exemplo, ao ser ingerida com o leite (de boa qualidade) participa de um processo metabólico complexo, onde os outros nutrientes contidos ali auxiliam na correta transformação e digestão desse alimento em tecido. Isolar a proteína do leite é tão ineficiente e prejudicial quanto isolar princípios ativos das ervas e sintetiza-las em medicamentos alopáticos.

Outra prática comum é o uso de shakes para substituir refeições. A medida que essas misturas saciam a fome de maneira avassaladora, acabam com o agni, que significa no ayurveda o fogo digestivo e dificultam ainda mais o metabolismo, que precisa ser justamente resgatado em quem está acima do peso. Acredite, toda sua saúde depende, incialmente, de um bom agni. Então a pessoa quer emagrecer e usa uma bebida para acabar por completo com o poder e a força de um dos principais elementos do funcionamento do organismo, do qual depende boa parte da própria saúde. O resultado é quase sempre intestino preso e toxinas circulando pelo plasma, sangue e os outros tecidos do corpo, caso o uso dessas bebidas se prolongar.

 

COMBATE AO CARBOIDRATO

Sob a luz do ayurveda, uma pessoa com sobrepeso quase sempre possui um metabolismo lento, próprio ao dosha Kapha (dosha que se apresenta agravado quando se está com excesso de tecido gorduroso). A primeira medida a se tomar é melhorar a digestão, o que irá consequentemente melhorar o metabolismo. De maneira alguma a dieta dessa pessoa deve ser a base de proteína e sem qualquer carboidrato.

As proteínas são de mais difícil digestão e o que deve ser feito é justamente o contrário: dar alimentos de fácil digestão para reestabelecer o agni dessa pessoa. Dessa forma, resumidamente, o fogo digestivo irá acelerar o metabolismo e consumir os tecidos em excesso.

Acontece que muita gente, às vezes até por conta própria, corta todo o tipo de carboidrato da alimentação e passa a uma dieta prioritariamente a base de proteína, geralmente na forma de carnes. Isso é uma prática extremamente adoecedora, para mente e para o corpo, por ser uma dieta de difícil digestibilidade, geradora de ama (toxina) e promotora de rajas (atributo mental que causa agitação, impaciência).

yogaEMAGRECIMENTO SAUDÁVEL

Feijões, vegetais amargos, uso de especiarias picantes, carboidratos de qualidade como arroz basmati, centeio, trigo sarraceno (que não possui glúten), milho, legumes cozidos e de sabor mais amargo e adstringente como acelga, repolho, brotos. Uso de chás depurativos e diuréticos. Tudo isso deve estar na alimentação de quem quer perder peso, claro que de uma maneira geral e genérica.

Acordar com o sol, praticar exercício aeróbio diariamente e sob o sol, desenvolver o autoamor no lugar da necessidade de ser amado, praticar o desapego e buscar sair da rotina, entre outras coisas. Tudo isso parece meio trivial, mas é remédio para quem deseja emagrecer. Prática de yoga e pranayamas para aliviar a ansiedade são tão importantes quanto comer corretamente nesse caso.

No ayurveda algumas ervas podem ser usadas para aumentar o tônus do tecido muscular, no caso de quem pratica musculação, mas seu uso deve ser avaliado por um médico ou terapeuta.

No caso do consumo de carboidrato o que deve mudar é a qualidade do carboidrato ingerido. Trigo, açúcar e arroz refinados devem ser eliminados ou consumidos muito ocasionalmente. De fato, o vilão da vez é o glúten, presente principalmente no trigo. Na verdade não é o glúten o pior dos piores, mas sim o excesso de trigo consumido da nossa dieta moderna. Para piorar as coisas, as fabricantes de pães industrializados adicionam glúten isolado às massas de pães que já possuem o glúten natural do trigo, para melhorar sua consistência e aumentar o tempo de prateleira. Melhor para os lucros dessas empresas e pior para a nossa saúde.

Antes de começar qualquer programa para emagrecer pare e examine. Nada substitui a sabedoria da natureza. Tenha em mente que emagrecer é resultado de um corpo que está retomando o funcionamento correto do metabolismo. Muitas vezes isso leva tempo e a paciência deve ser cultivada nesse processo. Nosso corpo é indissociável da nossa mente e a qualidade dos nossos pensamentos e sentimentos também devem ser frequentemente examinados durante esse período. E por último, mas não menos importante: ame seu corpo como ele é, algumas pessoas simplesmente nunca serão magras e se insistirem nessa ideia poderão adoecer profundamente. A medida certa é onde se encontra saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>