Alimentação e Dinacharya para Vata

ALIMENTAÇÃO PARA PACIFICAR VATA
Palavras-chaves: nutrição e regularidade

vatafoosA alimentaçao para pacificar Vata deve ser nutritiva e estimulante do agni. Isso porque, embora pessoas desse dosha precisem de refeições que contrariem o atributos leve e seco – ou seja, refeições pesadas e oleadas – elas possuem um agni inconstante, nem sempre capaz de digerir bem os alimentos.

Apesar de precisar estimular o agni, isso deve ser feito de forma comedida, pois caso contrário, pode aumentar ainda mais a secura comum desse dosha. Por isso o ideal são pequenas porções, mais vezes ao dia.

O sabor salgado e doce são os mais benéficos para este dosha. O ácido também. Todos esses sabores tem a capacidade de aumentar os tecidos, que tendem a ser escassos nos tipos Vata.

Refeições quentinhas, nutritivas e levemente picante são ideais. Um exemplo é arroz doce, feito com leite de coco e temperado com canela e cravo. É doce, nutritivo e tem especiarias para tornar o agni capaz de digerir e transformar o alimento em tecido.

Água pura nem sempre é capaz de hidratar, sendo benéficos sucos ácidos diluídos em água em temperatura ambiente, como os das frutas: abacaxi, limão, laranja.

Como os tipos Vata tendem à irregularidade é importante manter a rotina das refeições, estimulando o agni com chás (erva-doce, gengibre, cardamomo) 30 minutos antes das refeições, para sentir fome nas horas corretas.

Esse dosha se beneficia de alimentos oleados, quentes e pode agravar com os crus e secos.

Sabores terapêuticos: Salgado, ácido, doce, levemente picante
Sabores que prejudicam: amargo, adstringente, extramente picantes

DOCE – presente nos carboidratos, amidos, como os cereais, grãos, raízes
(batatas, arroz, milho, inhame, mandioca, trigo, entre outros) e no açúcar.
SALGADO – os únicos alimentos salgados por natureza são as algas marinha
e alguns frutos do mar. Esse sabor é obtido pela adição do sal na comida.
ÁCIDO – alimentos fermentados e frutas ácidas.
PICANTE – geralmente presente nas especiarias, como gengibre e pimentas em geral.
AMARGO – vegetais verdes e plantas medicinais (boldo, carqueja).
ADSTRINGENTE - alguns legumes e vegetais e frutas ainda não maduras, com 
cica.

Atributos da sua alimentação: quente, oleada, pesada, com molhos e com os alimentos cozidos
Prato: 60% de amidos, carboidratos, grãos e cereais e 40% legumes e vegetais cozidos

Evitar: bebidas geladas e ingestão de estimulantes como café, alimentos crus.

– Regularidade é o mais importante;
– Ter horário para as refeições, para acordar e dormir;
– Estimular a fome antes das três refeições com chá de gengibre;
– Estimular um lanche leve no meio da manhã, mas sem atrapalhar o almoço;
– Refeições bem nutritivas, mas em porções pequenas;

MONODIETA: uma vez por mês. Pode ser feito com sopa de legumes ou arroz, ou com kitchari (arroz basmati com lentilha libanesa e legumes), ou mingau da aveia.

CLIQUE AQUI E ACESSE A LISTA DE ALIMENTOS BENÉFICOS PARA VATA

DINACHARYA PARA VATA
Palavras-chave: regularidade, calma, estabilidade

PRÁTICAS GERAIS

– Acordar com o solpranayama
– Fazer o desjejum com água morna e gotinhas de limão
– Praticar meditação, pranayamas, yoga ou algum exercício de consciência corporal (yoga, tai chi)
– Tomar um café da manhã nutritivo, mas não tão pesado, para não sobrecarregar o agni
– Almoçar entre 12h e 13h30 e jantar entre 19h e 20h
– Manter regularidade nos horários das refeições e fazê-las diariamente (café da manha, almoço, lanche e jantar)
– Estimular o agni com chás digestivos (gengibre, canela, cardamomo) após as refeições ou antes, caso esteja sem apetite
– Comer menos quantidade, mais vezes ao dia
– Não trabalhar ininterruptamente. Fazer pausas durante a jornada de trabalho: ouça uma música, olhe o céu, faça um pranayama, pare por alguns minutos e depois retome a atividade
– Encerrar as atividades intelectuais até às 21h
– Não estimular os sentidos antes de dormir, como ler, ver televisão, usar no computador
– Fazer automassagem com óleo de geregelim no inverno e outono, e girassol no verão e primavera sempre que puder, antes do banho
– Se a mucosa nasal estiver muito ressecada, pingar duas gotas de óleo de gergelim em cada narina ao acordar

“O desenvolvimento lento  e constante, secundado pela paz de espírito, é o que essas pessoas devem almejar.”
“Enfatizar a ação, no lugar do pensamento. Aplicação constante, em vez da busca de resultados.”

David Frawley, Uma visão ayurvédica da mente

Para acalmar a mente e os sentidos

– Procurar locais com natureza, silencio e serenidade, sobretudo iluminado e com clima ligeiramente quente
– Música relaxante, clássica, silêncio
– Usar diariamente óleos quentes como o de gergelim no corpo
– Cores vivas e relaxantes como dourado, laranja, azul, verde e branco
– Alimentação nutritiva, sabor prioritariamente doce
– Aroma fresco, relaxante como de jasmim, eucalipto, rosa e sândalo

Exercícios: de consciência corporal (yoga ou tai chi), natação, banhos quentes, sono. Pranayamas (respiração polarizada começando pela narina esquerda).

Emoções: paz, contentamento, coragem, paciência

Mantras: Ram, Hum

Clique na imagem, imprima e cole em um local para o qual olhe sempre. Aí está resumido tudo o que equilibra o dosha Vata.

Para Vata

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>